segunda-feira, 30 de setembro de 2013

(RESUMO) Aspectos psicossociais da doenca oncologica

Saida Khan
Psicóloga Clínica; Direcção de Saúde da Cidade de Maputo


Resumo
O objectivo principal da pesquisa foi o estudo das emoções subjectivas, Avaliação Psicológica, Intervenção e Aconselhamento Psicossocial a pacientes padecendo de doenças crónicas e terminais, com especial enfoque para a doença oncológica.

A necessidade da abordagem psicossocial baseia-se no pressuposto de que o paciente não só deve ser considerado apenas sob o ponto de vista médico, mas também sob o ponto de vista biopsicossocial tendo em conta a complexidade de emoções e reacções que o diagnóstico de cancro e de outras doenças crónicas podem provocar.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

(RESUMO) - Violência e abuso sexual de crianças em Moçambique. Avaliação das diferentes intervenções e abordagens Multissectoriais

Autores: Rita Brandão Neves (Psicóloga clínica e doutoranda em Estudos Africanos pelo Instituto Universitário de Lisboa)
Colaboradores: Lídia Gouveia (MD, Psiquiatra/Chefe Nacional de Saúde Mental), Brígida Kapella Nhantumbo(DPS-Niassa), Arlindo Nhanbinde (Psicólogo/MISAU/CEPAEP), Mariana Muzzi (Especialista de Protecção da Criança do UNICEF) 


Resumo:
INTRODUÇÃO: A violência contra a mulher e a criança representa um problema de saúde pública e de violação de direitos humanos ao nível mundial e na África Subsaariana. Em Moçambique milhares de crianças têm sido vítimas das diferentes formas de violência desde a física, sexual, económica e psicológica.

OBJECTIVOS: O estudo teve 2 objectivos gerias:
 1º) Descrever o ponto de situação das abordagens e intervenções multissectoriais de atendimento e acompanhamento às crianças e mulheres vítimas de violência e abuso sexual em Moçambique, 2º) Identificar os pontos fortes e fracos nas intervenções e abordagens multissectoriais efectuadas, numa perspectiva de ajudar a fortalecer os serviços e reforçar a cooperação e o atendimento integrado à vítima.

METODOLOGIA: O estudo baseou-se numa revisão bibliográfica de cerca de oitenta (80) publicações entre livros e artigos existente sobre a violência e abuso sexual de crianças em Moçambique e cerca de dez (10) publicações e relatórios acerca da violência doméstica em Moçambique. Investigou-se ainda quais os Planos Estratégicos e Planos de Acção Governamentais e Sectoriais e os programas do Ministério da Saúde (MI-SAU) de resposta e reabilitação psicossocial às crianças vítimas de violência e abuso sexual a nível nacional, provincial e distrital. Devido a falta de estudos sobre o tema, foram utilizadas todas as publicações datadas entre 1990 e 2010, incluindo convenções, planos e políticas ministeriais. A análise foi feita de forma qualitativa do conteúdo das diferentes intervenções e abordagens direccionadas a vítima, bem como o tipo de seguimento multissectorial efectuado.

PRINCIPAIS CONSTATAÇÕES:
Ao nível do MISAU, existem programas com grande potencial no atendimento às crianças vítimas de violência e abuso sexual a citar: Centro de Reabilitação Psicológica Infanto-Juvenil (CERPIJ) e Serviços Amigos dos Adolescentes e Jovens(SAAJs), no entanto, carecem de alguma especialização e uma monitoria dos níveis de cumprimento dos protocolos de atendimento as vítimas. Quanto ao atendimento multidisciplinar, nota-se uma estreita coordenação através do gabinete de atendimento a mulher e criança

Revista PSIQUE (3ª edição)

Ja se encontra a venda a 3ª edicao da revista PSIQUE, a 200MT.
Saiba aqui os locais de venda.



Redução de Preços

Adquira a 1ª e 2ª edição da Revista PSIQUE a 100MT cada. Encontre aqui os locais e contactos de venda.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

RESUMO - Reabilitação e Adaptação de crianças com deficiências múltiplas, através do Reforço do Apoio Psicossocial baseado no desenvolvimento de habilidades e autonomia: Estudo de caso no Infantário da Matola

Autor: Brígida Kapella Nhantumbo/DPS_Niassa

Reabilitação e Adaptação de crianças com deficiências múltiplas, através do Reforço do Apoio 
Psicossocial baseado no desenvolvimento de habilidades e autonomia: Estudo de caso no 
Infantário da Matola.

Resumo:
INTRODUÇÃO: Deficiência é " Toda perda ou anomalia de uma estrutura ou função psicológica, fisiológica ou anatómica que gere incapacidade para o desempenho de actividade, dentro do padrão considerado normal para o ser humana (Farias & Buchalla, 2005), reabilitação é “um processo contínuo, coordenado, com objectivo de restaurar o individuo incapacitado para que ele obtenha um melhor 
desempenho físico, mental, social, económico e vocacional, permitindo a sua integração e/ou reintegração social” (Faro, 1996 & OMS,2002 ), enquanto apoio psicossocial é o conjunto de acções, intervenções e/ou actividades que visam promover, de forma autónoma ou integrada, em equipas multidisciplinares e multisectoriais, o desenvolvimento psicossocial de grupos e comunidades no domínio dos cuidados sociais e de saúde e da intervenção social e comunitária (Reppold et al. ,2002 & Williams, 2003). Leahy (2007), considera que o trabalho de intervenção com as crianças deve ser feito tendo em conta o respeito e a valorização as 4 principais portas de entrada na intimidade da criança, nomeadamente: Contacto cara-acara, Conversa íntima, Toque corporar, Participação nas actividades da criança. 

OBJECTIVO:
 a) Descrever as estratégias utilizadas para a reabilitação e integração psicossocial de crianças portadoras de deficiência no infantário da Matola,
 b) Identificar as principais habilidades que podem ser desenvolvidas
em crianças portadoras de deficiência através do reforço do apoio psicossocial. 

METODOLOGIA:
presente estudo do tipo descritivo transversal, baseou-se na recolha e análise de depoimentos

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Revista Psique - Lista de Artigos

Caros leitores,
De seguida, queiram conferir a lista de Artigos publicados na Revista Psique, 3ª edição.